sábado, novembro 05, 2005

O Malabarista

O
m
a
i
o
r
dos malabaristas
Não é aquele que finge
Fazer magia com as mãos,
Aquele que tira o coelho da cartola
Ou aquele que faz truques
Com um simples baralho de cartas.
O maior dos malabaristas, eu já vi!
É aquele que sabe ser poeta, músico, artista
De uma só vez.
Aquele que soma, subtrai,
Divide e multiplica
Todas as palavras e todas as letras
E com elas enche-nos a alma
De emoções
E de fantasias resplandecentes.
Nunca esconde a face
Nem a pretende exibir.
Tudo o que faz é tão natural e tão simples
Que torna a sua descrição tão difícil.
A sua beleza interior
Reflecte-se na exterior
E faz com que fiquemos
Com um extenso sorriso
E com o coração a saltitar
Ao som de uma cantiga sua.
Poeta, músico, artista...
Quem consegue ser tudo isto de uma só vez?
Eu sei, é o malabarista,
Aquele que eu já vi!

22 comentários:

GNM disse...

Hoje sou o primeiro a comentar o teu poema. : )

Está lindo!
Tem um ritmo fantástico...

Um excelente fim de semana!

Miguel disse...

Contamos segundos,instantes escassos.Caímos mil vezes seguidas de abraços. A dança é divina, ela vive no ar.Ela voa sem asas, não quer aterrar.....

Belo poema, assim como o restante blog

Parabéns

Eli disse...

Gostei muito!
É deste tipo de escrita mais alegre que precisamos de ler!

:)

Maria do Céu Costa disse...

"...É aquele que sabe ser poeta, músico, artista
De uma só vez.
Aquele que soma, subtrai,
Divide e multiplica
Todas as palavras e todas as letras
E com elas enche-nos a alma
De emoções
E de fantasias resplandecentes."
Malabarismo de palavras bonito neste poema. Gostei. Beijinhos.

Betty Branco Martins disse...

Olá Natalie

Que belo... que belo!

"Como defines o teu "Malabarista"

Foi dado a todos os
poetas, escritores, pintores!
Artistas com nome ou sem (nome)
Toda a (leveza) de alma...
E o (poder)
De ser mais Alto!
De ser Maior!
Rendilhar de vidas, em cada página
Soltas ao vento

Beijinhos

AS disse...

Natalie, só uma talentosa malabarista de palavras conseguiria criar um poema tão belo!...

Beijos e bom fim de semana

isa xana disse...

esses são os verdadeiros malabaristas, sim

:)

*

antonior disse...

Pois foi, descobri-te a comentar a estória maravilhosa que a Eli escreveu sobre a minha fotografia....e fiquei cheio de curiosidade sobre a história da Menina da Lua...

Assim, vim aqui, li os teus poemas e fiquei cheio de pena de não ter um poema dos teus sobre uma gaivota com um amor impossível.

Já agora, em qual dos teus arquivos se encontra a história da Menina da Lua????

Bom Domingo!

perola&granito disse...

Quer surpreender alguem? Visite-nos, escolha, mande-nos um e-mail e... a pessoa que quer surpreender receberá na morada por si indicada o respectivo presente!

Eli disse...

Obrigada eu!
:)

Ana Maria disse...

muito ritmo e foste malabarista neste poema.

Micas disse...

E que bonito é o teu Malabarista...
mas ainda gostei mais do malabarismo que tão bem soubeste fazer com as palavras. Sabes bem vir aqui colher um pouco deste arco-iris que tens sempre para oferecer. Obrigada Natallie.

Beijinho e boa semana

JSilvio disse...

=)
o malabarista tem nome?
é um ou uma?
tem uma "teia" a protegê-lo??

beijos

Rui disse...

Gostei bastante do teu malabarista. Parabéns.

antonior disse...

Olá!

Obrigado pelo teu comentário.

Como virei regularmente, terei oportunidade de ler a Menina da Lua quando a deixares nascer....

Entretanto virei visitar outros malabarismos....:-) :-)

Beijinhos

Eli disse...

Olá!

GNM disse...

Passo para deixar um bjito...

Continua a sorrir!

lena disse...

malabarista nas palavras.

malabarista no poema

belo !


lena

beijinhos meus

H. disse...

Talvez todos sejamos malabaristas... da vida!

...

Uma passagem apressada… um olá, um outro pequeno adeus, um grande obrigada. Ando consumida pelo tempo e lutando contra amarras de sonhos que me prendem e me libertam. Ando assim, vivendo por aí, procurando a alma em todo o lado. Ando mais distante, eu sei. Mas em breve voltarei eu. Ou um outro eu. Todos os dias.
Só para dizer... Obrigado pelas visitas.
E não, NÃO ME VOU EMBORA! Apenas o nome e o endereço mudaram... Agora sou em: www.aquelelugarperdido.blogspot.com
Vão e voltem sempre. É também por vós que continuo.
Bjo *

Lost

© Piedade Araújo Sol disse...

Malabarista, sou eu aqui no palco, a olhar para a plateia e sem malabarismos, em voz alta, ler este poema da Nath...

BloodyMary disse...

Boa analogia! Gostei muito!
Também tu me proporcionaste agora um espectáculo de malabarismo!

Beijos**

Caracolinha disse...

Pois, eu falo por mim ... como caracolinha que sou preciso de uma enorme dose de malabarismo para me equilibrar na tua teia ... mas, faço-o com o maior prazer, porque de todas as teias onde já cai, esta é a minha preferida !!!!

Beijoquinha minha linda ;)