domingo, novembro 20, 2005

Correm (-te) Rios de Água

Correm-te rios de água
Pela face.
E as suas nascentes
São os teus olhos.
Esses rios convertem-se
Em estilhaços cristalinos
Que tentam tapar as feridas
Ainda meias abertas.
Faço parte de alguma ferida?
Oh!
Se não, deixa-me
Ser um desses cristalinos
Para te ajudar a purificar
E fazer-te esquecer
Essas amarguras.
Dizes-me, agora,
Que o teu coração
É um mar
Em dia de tempestade.
Dizes-me que te sentes
A afundar num lago
Esquecido algures.
Eu tento dar-te a mão,
Para aparar essas quedas
Do teu pensamento
Que não consegues evitar!
Percebo-te!
Não insistas em navegar
Nesse mar,
Volta para ele quando tudo
Amainar.
E esse lago é soberbo,
Olha bem e esquece-te
Que te estás a afundar!
Não deixarei que isso aconteça!
Que esses teus rios de água
Te dêem um descanso,
Mas que nunca emurchecem.
Serão preciosos e delicados em outros
Momentos de incertezas.


(Excelente fim-de-semana e beijinhos para todos)

23 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

O teu coração
é o mar
esse mar onde
me quero perder
para talvez
quem sabe
um dia me
voltar e
encontrar
O mar é o meu coraçao....

AS disse...

Natalie, um belissimo poema com expressões poéticas muito interessantes!... Gostei muito!

Um beijo poeta...

Betty Branco Martins disse...

Olá Natalie

O teu poema... traduzida em arte de palavras
de
tonalidades meigas
e melancólicas
no cantar
das
águas dos rios.

Beijinhos

Bfs

sandra nunes disse...

Às vezes é necessário enfrentar todas as tempestades para podermos alcançar um lago.
Gostei muito de connhecer a tua teia

marakoka disse...

gostei muito, muito
jocas maradas

webdreamer disse...

Felizes aqueles que têm por perto os que não desistem de transformar mares tempestuosos em lagos pacíficos.

Eli disse...

Gostei muito!
Parece que ouvia alguém recitar as tuas palavras quando as li!

:)

Micas disse...

Depois da tempestade vem sempre a bonança...
Gostei imenso deste poema.
Beijinho e boa semana, em rios de águas mansas :)

Nelsinho disse...

Gostei demais!

Nelsinho

Eli disse...

Obrigada.

:)

Miguel disse...

Gosto cada vez mais da tua escrita. É sempre uma surpresa e um prazer quando regresso. Parabéns!

Maria do Céu Costa disse...

Corre neste poema uma boa expressão poética. Também gosto de aqui vir. Beijinhos.

Eli disse...

Isso agora!... :)

Acho sim, que há muito boa gente e gento boa... que nos dá boas leituras, que me viciam...

:)

Rua dos Nomes disse...

Um belo espaço, cheio de poesia, dos sentimentos da alma. Como gostei do que li, senti tudo isso na minha alma como uma dádiva da existência. Voltarei sempre que puder. Um abraço do Samuel, o Ventoso.

lena disse...

têm cores as tuas palavras num correr de um rio cristalino

gostei muito
excelente poema

beijinhos

lena

Natalie Afonseca disse...

Olá a TODOS!!!!!
Antes de mais, quero Agradecer as vossas dóceis palavras que por aqui deixam!! Significam muito para mim!!
Eu teço esta teia, é verdade, mas sem vocês,se calhar, não era possível...
Adoro os vosso cantinhos e sempre que posso deixo lá um fiozinho desta minha (também vossa) Teia.

Bem Hajam
Muitos beijinhos para todos!!!
:)

Natalie

Vespinha disse...

Olá!
Vim deixar uma beijoca e agradecer a visita lá no Vespeiro!

Vespinha

antonior disse...

"Se não, deixa-me
Ser um desses cristalinos
Para te ajudar a purificar"

....fiquei suspenso.....

Obrigado pelas tuas palavras, lá no meu espaço.

Obrigado, pelo sorriso, sem "smile" no comentário maroto ao "ponto final" e pelos Hummmmms.

Fico feliz que gostes de lá ir, que te deleites com o que vês, e que SORRIAS com o que lês ;-)

Beijinhos

Caracolinha disse...

Minha linda teinha do meu coração !!!!

Eu até fico sem palavras quando leio os comentários que me deixas lá na casquinha !!!!

E também fico boquiaberta quando leio as coisas lindas que escreves.

És uma pessoa muito especial.

Uma beijoquinha encaracolada em amizade deixada na teia onde mais gosto de cair.

Drakonyaz disse...

Gostei muito, um lindo poema.
Fica bem ;)

JSilvio disse...

;) ~bonitas palavras

Insolente disse...

bos semana para ti e para a teia... o problema dos poemas é que nao entendo a grande parte das palavras, tambem porque nao sou dotado de uma grande inteligencia... mas prontes a gente hade de se desenrascar... ora entao um grande bem haja

Natalie Afonseca disse...

Eu é fico sem palavras quando leio os vossos comentários....as palavras bonitas que deixam nesta Teia!! Só tenho a agradecer!!

Um Beijinho e um Sorriso enorme para Todos/as!!!!!!

:)

Natalie