segunda-feira, outubro 17, 2005

Tenho entre mãos

Tenho entre mãos
Um fogo que arde,
Uma chama que não se vê,
A não ser quem quer!
Consegues sentir este calor
Quando te passo a mão pela face?
Percorrem-me nas veias
Brisas refrescantes
Que permitem acalmar
Este fervor que sinto.

Tenho entre mãos
Pequenas gotas
Desta chuva que insiste em cair.
Não apagam a chama,
Apenas a arrefece.
E quero que aqui permaneçam
Até decidirem desaguar.

Tenho entre mãos
Objectos que tanto olho
E recordo.
Sei o que cada significa,
Sei quem os deu
E porque os deram.
Guardo-os nesta minha arca
De lembranças destemidas
De serem lembradas.

Tenho entre mãos
E em mim
A alegria e a saudade.
Tenho o gosto de olhar e de sorrir.
Tenho o gosto pelas pessoas.
Tenho o gosto pelo momentâneo, assim como pelo planeado.
Tenho o gosto pela música, assim como pelo silêncio.
Tenho o gosto pelas palavras, assim como pelos gestos.
Tenho o gosto intenso pela VIDA.

Tenho entre mãos
O que todo o mundo tem:
A escolha de saber e querer viver feliz.

15 comentários:

BloodyMary disse...

São assim as almas intensas...quando a chuva cai sobre aquilo que se viveu!...

...e quando se tem entre mãos tudo o que é necessário para se ser feliz!


Uma excelente semana**

orochi disse...

Já a muito tempo que nao sinto o calor quando alguem me passa mão pela face... tenho esperança que isso e muito mais em mim mude.
Não significando isto que tenha menosprezo pelos meus amigos.É algo que nunca faço, menosprezálos.
Continua amiga... adoro a tua poesia, as tuas fotos, este teu espaço.
Beijos grandes deste teu amigo.Adoro-te**

Insolente disse...

eu tenho entre maos uma beterraba, um dominó e uma carrinho de linhas e ainda nao sei bem o k fazer com isso tudo... vou pensar... ora entao um grande bem haja

Anónimo disse...

Oh k lindo blog =)))

gostei muito dele ^^


Um beijao grande

ashi

www.ashiblog.weblogger.com.br

H. disse...

gostei da simplicdade das tuas palavras. embora sinta uma grande reflexão por detrás do poema...

beijinho*

GNM disse...

Está mesmo muito bom este teu poema! E transmite uma mensagem bem positiva... que bem é precisa!

Continua a sorrir!

singularidade disse...

Olá:))
Gostei do teu recanto. A mensagem é linda toda ela transmite energia positiva.
Continua a sorrir...
beijo meu

perola&granito disse...

Na nossa "feirinha" continuam os leilões, queres la dar uma olhadela? Beijoquinhas

Betty Branco Martins disse...

Olá Natalie

É isso mesmo!

Que dizes neste teu lindo poema.

"Tenho entre mãos
O que todo o mundo tem:
A escolha de saber e querer viver feliz".

Beijinhos

Neith disse...

"A escolha de saber e querer ser feliz" , uma capacidade que todos temos, mas poucos são os que sabem fazer bom uso dela. A vida só faz sentido quando se sabe viver. Gostei bastante deste teu texto que nos convida à reflexão ao interior de nós próprios. Beijo enorme

Anónimo disse...

olaaaaaaaa!!!

Obrigada por teres passado no meu blog :))) fico muito contente :)

ainda bem que gostas de animais... eles sao muito importantes para as pessoas :PPP pelo menos a minha dona adora passear comigo e sujar-se lol
:P
******************

bjao

ashi

www.ashiblog.weblogger.com.br

AngelBoop disse...

Tenho entre mãos o gosto pela vida e a procura constante da felicidade.
Jocas

AS disse...

Natalie, tens entre as mãos o segredo da tua felicidade! Não o deixes fugir minha querida amiga!...

Um beijo e bom fim de semana

isa xana disse...

temos entre mãos a nossa vida

:)

*

Rachel disse...

mto boa esta tua obra...
continua assim e pode ser k tenhas futuro...
;)