domingo, fevereiro 17, 2008

Música



Chove. Lá fora chove a potes e um cão ladra. Ouço música. Um som desce até mim, um som que há muito não ouvia. Tenho um livro nas mãos, folheio cada página mas não leio nada. Não me apetece ler nada. Tenho frio. Mesmo com o aquecedor ao meu lado, tenho frio. Tenho frio dentro e fora de mim. Deito-me no sofá, coloco o cobertor sobre mim e tento fechar os olhos. Acordo, afasto o coberto e olho para a televisão ainda ligada. É um filme qualquer. Com umas personagens quaisquer. Num canal qualquer. O gira-discos ainda continua a rodar. Ah! É aquela música que tanto me enche. Que me faz vibrar. Que me faz sorrir. Que me faz chorar. Deve estar na segunda volta. Ou descansei pouco. Ou nada. Continua frio. Vou até à rua. O céu está mais que negro. O vento chama por nós. Assobia. Vejo em meu redor gotas presas nas paredes. No muro. No corrimão. Nas flores. Nas palmeiras. No homem que insiste sibilar. No cão que não pára de ladrar. Lá fora anda tudo triste. As pessoas. As formigas. Os pássaros. O dia. E a noite que aí virá mais cedo que noutros dias. Está frio. Volto a entrar. Procuro o calor. Mesmo que agasalhada. Mas não totalmente. Sento-me na cadeira. Seguro na caneca. O chá arrefeceu. Bebo-o na mesma. Deixo o disco acabar. Neste dia veio mesmo a calhar. Levanto-me. Danço ao som desta música que me traz recordações. De alguém. De mais que um alguém. De dias bem passados. E noites. Fecho os olhos e sonho. Sorrio. Descuido-me com uma gargalhada. Acabou a música. Calço as minhas sapatilhas. São pretas e rosa. Brancas e cremes. Lanço mão ao casaco mais quente que encontro. Dou voltas ao cachecol. Pego na bolsa e nas chaves do carro. Digo até logo. Chove. Sorri. Ri. Meto-me no carro. Sigo caminho ao som de outras músicas. Vou ter contigo.

**
*
*
*
*
made by me
.)

15 comentários:

Rui Caetano disse...

A chuva já fazia falta na nossa terra. Um bom texto reflexivo. Um bom fim de semana.

BaBy_BoY_sWiM disse...

A chuva transferiu-se da Éire para a maravilhosa Madeira.

Tem cuidado na condução deve estar um perigo, os madeirenses não são pessoas preparadas para a chuva como os irlandeses que todos os dias chove...

Eli disse...

Os dias de chá, de chão, de sofá e serão...

:)

Algures entre nós, há a inspiração.

:)

LB disse...

Belo texto. Introspectivo? É nestas alturas que olhamos para dentro...

Beijinho

Lord of Erewhon disse...

Não ouvi foi a música... :)

Luís Silva disse...

Tens aqui um belo texto :)

Beijinho grande desde a terra em que nada se faz**

Narcisa disse...

Quando é que nos encontramos novamente em Londres? :P

Natalie Afonseca disse...

rui caetano:
Chuvinha faz sempre falta!
E é bom ouvi-la e senti-la:)

baby_boy_swim:
Pois, os madeirenses não estão preparados para muitas coisas ;)

eli:
Há inspiração! Nós às vezes é que não andamos praí virados, na procura da inspiração :)

ib:
Quase sempre introspectivo.
Quase sempre :)

lord of erewhon:
Pois, sou eu que a ouço :P

luís silva:
Thanks babe!
E faço o favor, já que está no Contenente, divirta-se!!:))

narcisa:
Pois, hehe, gira a coincidência!
Mas prefiro conhecer outros sítios agora :D

Diário de um Anjo disse...

Já cá fazia falta a chuvinha...vena ela:-)
Jinhos

Rute disse...

Sabe bem ver chover lá fora! Gostei do texto. Fez-me lembrar vários momentos pelos quais também passei :D

Natalie Afonseca disse...

diário de um anjo:
Pois é! E de que maneira! :)*

rute:
Obrigada! Pois, não passamos [não digo todos, mas muitos de nós] por momentos assim semelhantes? :)

Miguel Noite disse...

Hey cara conterrânea!
Muito obrigado pelo comentário!
Há mesmo sempre coisas que ficam por dizer, às vezes as mais importantes...

Gostei muito do teu texto! :)
Miguel Noite

Miguel Noite disse...

P.S: Foste adicionado às divagações favoritas! :D

MajoLuan disse...

Pois minha kerida mt bom um fim de semana com chuvinha diferente mas o sol ja regressou bem haja***** boa semana;)

GotchyaYinYang disse...

Gosto da forma como escreves neste texto. Muito bom!