segunda-feira, fevereiro 27, 2006

Hoje, agora...


Hoje apetecia-me
Repousar…
Deitar a minha cabeça
No teu colo
E deixar-te cuidar de mim,
Até que eu adormecesse,
Até que esta enxaqueca
Desaparecesse.
Hoje deixava-te
Passares a mão
Pela minha face,
Acariciar-me.
Hoje deixava-te
Pegares na minha mão,
Tocá-la e vê-la,
Como tu gostas.
Hoje deixava-te
Dar um beijo na testa,
Esse beijo que tanto
Mo pedes…
Hoje, agora, deixava-te,
Amanhã já não
Prometo nada!
**
Poema e Photo de Natalie

16 comentários:

Castor (moi-je...ehe, ehe) disse...

Ó Natalie! Não era preciso tanta coisa para uma dor de cabeça, valha-nos a santa clausula... bastava um comprimido de milagron ou quejando, ehe,ehe,ehe... Poema bonito, sim senhor. CHUAC!

Mocho Falante disse...

e que aproveite enquanto pode lololol

beijocas

Nelsinho disse...

Só carinho cura enxaqueca sem contra indicações...

Pain killers só servem para quem não tem um colinho para deitar a cabeça!

A tua foto é de uma beleza e de uma felicidade que no mínimo, merece um caloroso "Parabéns"!

Nelsinho

Neith disse...

Belíssimo este teu poema Natalie... mais vale aproveitar hoje porque amanhã não sabemos o que receberemos ;) Beijinhos :))

Betty Branco Martins disse...

Minha Querida Natalie

Teu poema ... lindo

Quando se tem a terrivel da enxaqueca - só mesmo carinho muito carinho.

Beijinhos com muuuuuuuito carinho:)

Luis Capucho disse...

Olá sou o Luís Capucho, trabalho em Nutricêutica e estou a tentar divulgar o meu blog, sejam bem-vindos.Parece-me que já vi isto em qualquer lado, mas como já visitei centenas de blog`s não sei onde foi

Nekynho disse...

Mais vale não prometer e cumprir do que prometer e falhar :o)
Baci :o)

Eli disse...

Bonito.


:)

Micas disse...

Ás vezes faz mesmo falta...
A foto é de cortar a respiração, é liiinda.
Beijinho e espero que essa "enxaqueca" já se tenha ído ;))

Artur Moura Queirós disse...

Momentos de olhos ternamente adormecidos...:)

AmigaTeatro disse...

:)*

Cláudia Faro Santos disse...

Muito bonito...*

Maheve disse...

Desejar e realizar, são poucos os que podem. Se o podes, que o faças antes que chegue o amanhã, pois o amanhã não cabe em promessas...

Beijos

JSilvio disse...

Ainda vou a tempo?? :P*

Ana Maria disse...

bonita esta fotografia e que cheiro a musgo. ouve-se o sossego na natureza.

NaLua disse...

Identifico-me tanto com o que escreve...

Voltarei mais vezes com toda a certeza.

Se me permite vou fazer um link deste seu blog em caminhandoateti.

Bem Haja