segunda-feira, abril 20, 2009

A pedido de alguns fãs :)


Acreditei que passei na rua do amor,
mesmo sem saber a sua morada.
.
.
Sempre me disseram que se deve dar uma nova oportunidade a quem merece. Mas como sabemos se merece ou não? Vem nalgum manual de instrução? E isso só vale nas segundas oportunidades? As pessoas merecem terceiras? A minha cabeça anda à roda... Sinto que as pessoas andam baralhadas sempre que eu estou decidida. Quando ando eu baralhada, acham que têm todas a certeza do mundo. Algumas vezes não estamos em sintonia. É verdade. Serão os sentimentos que não estão na mesma linha? Eu já não sei o que sinto. Juro que não sei. Já soube. Já tive certezas. Já senti coisas que nunca pensei sentir. Já acreditei que passei na rua do amor, mesmo sem saber a sua morada. Já acreditei que aqui cheguei e que daqui ninguém me tira. Já sonhei com o “para sempre”. Já cresci mais que suficiente. E voltei a desejar ser criança. Os momentos, os nossos, são os melhores. Rimo-nos deles quando os relembramos. Rimos até chorar. Sabemos que aqui há coisa. Que sempre houve. Que nos gostamos. Que nos possuímos quando estamos. Que não nos resistimos. Sabes, cansei de ter medo de dizer o que sinto. Medo porquê? De te perder? Quando se gosta não se perde ninguém. E nem eu nem tu sabemos o dia de amanhã. Sei o de hoje. Sei o que me vai na alma. Sei que “há amores assim…que nunca têm fim”. Sei que “estou pronta a saltar de cabeça contra o mar e que te quiero tanto”. (alguém que canta na rádio) Sei que o teu sorriso é diferente comigo. Talvez o seja para toda a gente. Sei que o meu é especial. Sei que ao teu lado os dias são mais relaxados (só porque não encontro a palavra certa). Sei que quando estamos ando mais feliz. A sorrir mais. A pegar menos com as paredes. Sei que quando gosto não dou importância a mais ninguém que se dirija a mim. Sou fiel como nunca o fui. Fiel a mim mesma. Sei que por vezes os meus gritos ensurdecedores não chegam aos ouvidos de quem quero. Às vezes sinto que há problemas de expressão. Eu quero avançar. Não quero voltar a cantar a música dos GNR, bem-vindo ao passado. Quero construir um presente. Quero enroscar. Quero sentir que te queres enroscar não só quando estás comigo. Quero que morras de saudades minhas. Que sintas a minha falta. Que eu seja o que sustenta a tua fome. Que eu seja a razão de vivermos felizes e sorridentes. Quero sorrisos estridentes. Quero o perfume entranhado na minha pele quando vou para o trabalho. Quero que o meu vá contigo também. Calma e elegância sempre nos levam a algum sítio. Assim quero continuar. Sem receios, sem grandes devaneios. Não podes ter medo de ser feliz. Sempre soube que a vida é demasiado curta. Que de hoje para amanhã ninguém sabe o que poderá acontecer. Desprendermo-nos do passado para viver. Aproveitar a nossa juventude - mesma que não se reflicta num número que define a nossa idade. Quero dançar no meio da rua sem me importar com mais nada. Quero viver como sempre vivi. Quero viver ainda mais. E gostava de o fazer contigo. De partilhar tudo o que tenho contigo. De conhecer o mundo contigo. De passar contigo naquela rua. Na rua do amor. A rua que nunca teve morada. Mas não posso parar. Desta vez não posso parar. Vou continuar a andar e acreditar que há coisas que simplesmente não acontecem por acaso. Acreditar que um dia – dia antes de me esquecer de ti (e o quanto eu tenho medo disso. medo de me esquecer de ti. de perder a memória carinhosa que tenho de nós) – as nossas mãos se juntarão e os nossos lábios voltarão a ter a cor que costumam ter. Ou isto tudo ... ou batatas.
.
.
E começou a dar na rádio (coincidência ou não): "Nobody knows it but you've got a secret smile and you used it only for me....So save me, I'm waiting...prove me".
.
.
Informo igualmente
que o fim-de-semana
foi divertido e que fiz
mais uma tatuagem.
Tenho dito. Boa semana.

23 comentários:

despertando disse...

Vai ser concerteza antes de te esqueceres, batatas? nunca, vai ser tudo.
Beijinho grande para ti.
Tudo de bom miss simpatia.

ηatalie αfonseca disse...

Despertando:
Hum...só o tempo dirá. Mas teremos nós todo o tempo do mundo? Hum...
Beijinho para ti também.
Saudades de te ter por cá! ;)

Rute disse...

E dizes que eu ando inspirada. Aliás, aqui há muita sinceridade. E isso é o melhor de tudo. Quanto a oportunidades, é seguir o coração. Mas também a razão. Agir 1º com o coração, depois com a razão. Se andarem desencontrados é porque algo não está bem. Se vão de encontro um ao outro, então go for it!

Acredita , que quando passares na rua do amor saberás que lá te encontras. Não será preciso procurares tableta! ;)

Força nisso! E ve se tiras uma foto a tua nova tattoo para je ver!

indigo des urtigues disse...

"No bairro do amor, a vida é um carrocel.." lembrei inevitavelmente...;)

E quem fala assim de sentimentos, não é gago...os habitantes dessa rua ouvirão os pregões!:P

Beijo-te por essas ruas...

Su disse...

a minha cabeça anda à roda---pois


gostei de ler.t


jocas maradas de tempo..todo

Merchi disse...

... e para quando uma foto da nova tattoo?

Diogo disse...

E ainda dizes q n andas Inspirada! xiça! Adoro o Secret Smile dos Semisonic, e se n tou em engano foi je que te mandou a musica. bjo
Tou à espera do nosso cafezinho de fim de tarde ;)*

Shakanuno disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Shakanuno disse...

http://famouspoetsandpoems.com/poets/pablo_neruda/poems/15705

Está tudo escrito aqui

M. disse...

És uma pessoa apaixonante
...sente-se isso entre essas linhas


(desculpa a invasão..nem nos conhecemos)

GotchyaYinYang disse...

Wow sem dúvida está aí muita paixão e muita garra. Continua assim Natalie. E também quero ver a tua tatuagem! Gostei das batatas. Lol

ηatalie αfonseca disse...

Rute:
É Rute. É isso mesmo. Ando inspirada? NEm sei. Sabes que quando me dá para escrever, escrevo sem parar. E só escrevo o que me vai na cabeça e no coração (hahaha)!
Quanto à tatto, já viste! :P

Indigo:
Sempre a mesma toina! :P
Conheço essa música! E os habitantes só não ouvirão se forem surdos ;)

Su:
Obirgada. Para ti também :))

Merchi:
Humm...sabes que há gente que invejosa....logo mostro pessoalmente! Lol :P

Diogo:
Obrigada. E esse café virá!! Há quem trabalhe, percebes!? hehe :P

Shakanuno:
Fiel bloguista, gostei! :)

M.:
Apaixonante? Pela vida sim! Muito! :P
Desculpar a invasão? Nunca! Volta sempre! Há muita gente que ainda não conheço! :)

GotchyaYinYang:
Thanks! É! Ou batatas ou sopas! :P
Hás-de ver! :P

pombamarela disse...

Ando cada vez mais curiosa de saber se esse ser tem nome... Gostei do que li mas não vou dizer que vai ser assim ou batatas, porque o coração tem razões que a própria razão desconhece. beijinhos.

ηatalie αfonseca disse...

Pombamarela:
Às vezes não têm nome! :P
São coisas da minha cabeça! Hehe!
Ai. Ai!

Tens razão. São coisas que ... acontecem. *=)

Pedro_Berenguer disse...

Gosto da tua escrita.

A D O R O essa música - tomei conhecimento dela através de uma amiga/ colega de secundário numa longa viagem de autocarro por "terras de continente".
Ironicamente, ficou a música, não ficou a amiga. lol
Lembro-me dela sempre que ouço a dita música!

ηatalie αfonseca disse...

Pedro:
Obrigada tu também!!
E eu gosto da tua arte e do teu gosto por sapatilhas! :P

Qual música?
No texto todo aparecem 3. Hehe! :P*

Dakini disse...

Olá miga tou de volta (Dília) deu-me uma nove ventania e vejo k o teu blog continua de vento em popa ;) mt bem jinhos

ηatalie αfonseca disse...

Dakini:
Novo blog? Novo nome? Novas ventanias são sempre bem-vindas. Humm...;)
Obrigada Dília. ** =)

Pedro_Berenguer disse...

A que destacaste no fim: "Secret Smile" dos Semisonic.

ηatalie αfonseca disse...

Pedro:
É linda sim! E é verdade, todos nós temos um sorriso especial para alguém! ;)

Narcisa disse...

Ai, lindo lindo!

ηatalie αfonseca disse...

Narcisa:
Obrigada, obrigada! :P

Diário de um Anjo disse...

mais uma tatoo...where?;-)

beijinhos