segunda-feira, abril 21, 2008

Ardeste-me


Ardeu,
Tudo o que possuíam
Ardeu.
Têm agora nas suas mãos
O sobejo,
Os restos que sobraram,
As cinzas que se escapam
Entre os dedos.
*
Não ficou nada.
Sentem-se imponentes
A ver tudo a arder,
Sem muito por fazer…
*
As memórias ficarão
Marcadas na história,
As lembranças voltarão
A atormentar as suas vidas.
Já só possuem as lágrimas,
Que caem sem parar,
As roupas que traziam,
As preces que continuam
A divagar.
Olham apavorados à sua volta,
Foi-se tudo.
Foi-se a vida que até ali
Tinham construído.
Foi-se um amor guardado
Entre as paredes que jamais
Denunciariam um segredo.
Foi-se o porto de abrigo,
O lugar de agasalho,
A alegria de ter vivido.
*
*
**
*
[boa sorte...]
.
poema de natalie
imagem tirada da net - com
produção de natalie

21 comentários:

Luís Silva disse...

Muito bom!!
Um dos meus textos preferidos!!
Beijinhos***

GotchyaYinYang disse...

Gostei muito :)

Natalie Afonseca disse...

Obrigada aos dois! :) Corei **

Rute disse...

Adorei! A menina Natalie é uma artista! ;)

Bejinhocas**

BaBy_BoY_sWiM disse...

Fabuloso!

Mocho Falante disse...

Que grandes tristeza, mas tão bem escrita

beijocas doce natalie

LB disse...

Não sei o que comentar: se a beleza do texto, se o que ele relata...
Junto-me à tua "boa sorte"!

Sei que existes disse...

Fabuloso poema que retrata uma realidade bem triste!
Beijocas grandes

Anabela disse...

Estas cinzas sob a forma de palavras estão muito envolventes.

Maravilhoso o poema.

Beijinhos

Diário de um Anjo disse...

As cinzas são utilizadas na agricultura para fertilizar a terra a ajudar plantas a crescerem. Por isso, há sempre algo que renasce depois das cinzas!
Beijinhos

DE-PROPOSITO disse...

Uma analogia com a própria existência. Também nós, acabamos em cinzas.
Felicidades

atp disse...

Tirado do real do que realmente acontece na realidade virtual de um dia sonhado no real imaginado.
Voltarei :)

Nenos disse...

See Please Here

Luís Silva disse...

Are you ready for the BLASTED EMPIRE?

Nelsinho disse...

Triste falar em cinzas...
...pó, resíduo, despojos.

Prefiro-te falando de vida,
apesar desse texto brilhante!

Beijo

despertando disse...

Gosto quando falas com a "alma nas mãos".
Fica um aperto no coração pela desgraça que relatas.
Beijo e abraço com ternura.

diogo disse...

Foi-se tudo.. tu ficas :)
Very Good Natalie!*

osátiro disse...

Será que é " E tudo o Vento Levou?"

Su disse...

gostei de ler.te ..apesar da tristeza impressa...........

jocas maradas..........sempre

blueminerva disse...

Fantástico.
Um abraço

Shakanuno disse...

é assim que somos todos, no final e afinal.