segunda-feira, janeiro 07, 2008

Enfim...


A aranha do meu destino
Faz teias de eu não pensar
Não soube o que era em menino,
Sou adulto sem o achar.
É que a teia, de espalhada
Apanhou-me o querer ir...
Sou uma vida baloiçada
Na consciência de existir.
A aranha da minha sorte
Faz teia de muro a muro
Sou presa do meu suporte.

10.8.1932

**
*
É humano querer o que nos é preciso , e é humano desejar o que não nos é preciso mas é para nós o desejável. O que é doença é desejar com igual intensidade o que é preciso e o que é desejável, e sofrer por não ser perfeito como se se sofresse por não ter pão.
O mal romântico [seja lá o que isso for...] é este: é quer a Lua como se houvesse maneira de a obter.

**
*
Que eu quero sentir tudo
De todas as maneiras
....
**
FERNANDO PESSOA
[que tão bem me percebe ;)]
**
*

Porque os génios nunca precisaram de esconder a verdade e a loucura...

17 comentários:

Carmo Mendonça disse...

Simplesmente fantásticas as palavras do génio que tão bem as fazia fluir do pensamento para o pepel! Beijo Ainda estou à espera daquele café... lol

Carmo Mendonça disse...

E eu cada dia troco mais as letras, a idade não perdoa, como é óbvio eu queria dizer "papel" lol

Entre linhas... disse...

Mesmo F.Pessoa sendo um génio,temos tb e sempre dentro de nós algo que ambicionámos na vida,pequenas viagens que nos transportam a outro mundo...um pouco entre a verdade e a loucura.
Bom 2008 amiga
Bjs Zita

Diário de um Anjo disse...

O querer mais do que o que poder, faz doer..
Beijinhos

Natalie Afonseca disse...

Carmo Mendonça:
Os génios são assim :P

Zita:
Temos sempre ambições pela vida fora, é o que nos faz crescer e viver! Bom ano! :)

Diário de um anjo:
Palavras sábias as tuas:P

Luís Silva disse...

Fly... sometimes instead of riches to rags you go from rags to riches :)

Luís Silva disse...

Can I fly with you?

Mocho Falante disse...

aiii as saudades que eu tinha destes teus posts...

beijocas

Natalie Afonseca disse...

Luís Oroxio :p :

Let's fly together, please:)*

Mocho falante:

Obrigada!:) Estes post's só surgem quando a minha cabeça anda à roda ... :)*

Carmo Mendonça disse...

Olha minha querida, de cabeça à roda vais ficar se não passares pelo caniço para tomar café!! ehehe Olha tens experiência em apanhar gatos vadios? vou precisar de ti! beijo

Klatuu o embuçado disse...

Um grande aranhuço! :)

despertando disse...

E eu desejo-te o que é preciso para este ano de 2008: Muita saude, paz, e muito amor à tua volta.
Beijinho grande para ti.

Indie-Go! disse...

catita :)

Indie-Go! disse...

ainda bem que gostaste.mas n percebi.es madeirense? e vives em lisboa e isso?»

Rui Caetano disse...

Um poema com uma beleza que só um Fernando Pessoa consegue construir. Uma belíssima escolha.

boleia disse...

ora nem mais!
Nunca se conhece tudo do Pessoa... estas palavras foram mais uma surpresa ;)

Sei que existes disse...

Excelente poema de Fernando Pessoa!
Beijo grande