quinta-feira, janeiro 04, 2007

Murmúrio de um Fado


Dentro destas muralhas
Feitas de cartão
Há um murmúrio
De um fado
Que pede por perdão,
Ouço as palavras
Que se colam ao chão.
Não quero apressar
O que destas almas
Venho a sentir,
Porque de tanto redizer
Sinto as palavras em vão.
Ouço um fado
Que nunca antes ouvira,
São palavras remotas
De um poeta com ferida.
Palavras errantes
Defuntas de um vida,
Ouço a repetição
De um poeta em perdão.
É um choro melindroso
De quem levou
A mão à cabeça,
E perdeu os dias.
É um beijo nunca dado,
Trocado por um abraço
Afastado e por um olhar ausente.
É ver sentir
O coração a dilacerar
Como se ao som deste fado
Viesse entoar,
E dentro destas muralhas
Veio refugiar.

*
**
Deixo aqui o meu primeiro poema de 2007
para ir lendo e relendo enquanto eu estudo
para os Exames...
É um poema um pouco triste, mas eu
ando muito feliz...foi o que saíu! ;)
Vou dando notícias!! :)
Beijinhos
Bom Ano! :)
**
poema e photo de natalie

33 comentários:

Micas disse...

Começas o ano em grande!! o poema é lindo ainda que algo triste, ainda bem que é apenas devagação de poeta.

Bem, a tua casa tem uma vista...agora sei onde vais buscar essa inspiração toda, com essa vista sobre o imenso mar...

Beijinhos e um ano fantástico para ti

Anónimo disse...

É triste é. Mas belo. E, o que interessa é estares feliz.
Bom estudo.

o alquimista disse...

Ui, começamos com fado, poema dolnte e triste mas pleno de portugalidades...

Doce beijo

Diário de um Anjo disse...

O Fado é um suspiro de uma alma portuguesa. Não o encaro como algo triste mas sim como um desabafar...

foreveryoung disse...

É um poema bonito.
Espero que fiques melhor, mais alegre e feliz.
Boa sorte para os exames!
Bjs

Anónimo disse...

Já estavas em falta ;o) Bom Ano *****

Caracolinha disse...

Pois ... também senti uma certa angústia mistirada nestas palavras ... nem as luzes maravilhosas do maior fogo de artifício do mundo eram mais côr à vida da minha madeirense predilecta ????

Mas sabes que eu acho que o fim de um ano e o princípio de outro nos dispõe muito para pensar naquilo que queremos alterar, naquilo que passou, naquilo que achamos que se vai passar ... se virmos bem, são dias iguais aos outros ... mas a passagem de ano não deixa de ser uma viragem ... espero que no nosso caso, e de todas as pessoas em geral, seja para melhor !!!! :)

Eh pá querida, queria pedir-te muita desculpa por te ter deixado pendurada no msn no outro dia ... eu não sei se não terá sido até na noite da passagem do ano ... sei que saí do msn num daqueles meus golpes de génio e só depois me lembrei que ficámos com uma conversa a meio ... entretanto nunca mais te vi por aqui ... :)

E sabes que agora que comecei a trabalhar não consigo aceder ao msn ... mas tenho gmail e tu também ... não sei se me estou a fazer entender ... é que não sei se sabes "aquilo" também tem chat ... :)

E que tal o balanço da primeira semana de aulas hum ????

A minha primeira semana de trabalho foi dura porque princípio do ano significa ver projectos a aparecerem como cogumelos o que significa máxima disponibilidade ... mas como para as pessoas queridas se arranja sempre tempo, vê se apareces pá no gmail pá !!!!

Já passa da uma da matina e se calhar já ia dar algum uso à cama ... :)

Queridinha, beijinhos encaracolados e abraços aos molhos ... para a próxima quero uma poesia cheinha de sorrisos, boa ????

PS. parece que desta vez foi a "simpatia" que fez um testamento, não é óh fotogenia ??

Muitos :) p'a ti !!!!

Anónimo disse...

Muito bonito...
Gostei da mensagem - ou antes, da mensagem que eu captei.
Beijos****

o alquimista disse...

Passei para te deixar um carinho...

despertando disse...

Eu até me assustei com tanta melancolia... Ainda bem que nada tinha a ver contigo. Folgo em saber que andas feliz, bjs para ti.

Alex Flôr Negra disse...

Olá Natalie!
Muito bonito este teu primeiro poema de 2007!
Gostei bastante...
Bons estudos...
***

Anónimo disse...

Realmente só mesmo com narcóticos para poder estudar para esta cadeira.
Compreendo-te perfeitamente! LOL.
Beijokas****
E esperemos que tudo corra bem (certamente vai correr!).

Mocho Falante disse...

olha voltámos à poesia...que bom...

Beijocas

Anónimo disse...

Ora que lindo poema e se tu estás feliz melhor aínda! :) Um beijinho grande do tio Tino! ;)

Isa&Luis disse...

Olá Natalie,

Lindo o teu poema,o alimento da alma.

Gostei muito, continua feliz menina.

Beijinhos fofos

Anónimo disse...

Aprecio o teu gosto musical (o que está no perfil).
Ass. um jornalista conterrâneo

Nelsinho disse...

Natalie

Espero que tenham sido boas a festas!

Estou voltando,lendo, deglutindo bem lentamente...

Um beijo

Nelsinho

Natalie Afonseca disse...

OLÁ!
Olá!!

Muito obrigada a todos pelos vossas palavras de carinho!! :)

Eu ando em época de exames, muito complicado ter tempo para fazer outras coisas!!

Por aqui passei para deixar um beijinhos a todos :)

***

Kalinka disse...

SABIAS QUE...?

Iniciou-se a contagem decrescente para o lançamento do livro
«Que é o Amor?».

Colaborei com um texto da minha autoria, dedicado a todos que de alguma forma marcaram a minha Vida em momentos inesquecíveis, mas também a alguém muito especial que nasceu dia 7 de Fevereiro e que, por não pertencer ao Mundo dos vivos, guardo com muito Amor, na minha memória (minha Mãe).

É uma excelente oferta em qualquer altura, mas como se aproxima o Dia dos Namorados, será bom começarem a preparar as vossas encomendas quanto antes.

Beijos e abraços.

Estás convidada a espreitar!!!

Parrot disse...

OLá,

Que seja um boa ano, e que os exames estejam a correr bem. ;)

Beijos

Menina_marota disse...

Que andes feliz é o que interessa...e que os exames tenham corrido bem, também!

Vim deixar-te um grande abraço e desejar-te um FELIZ 2007
;)

Daniela Mann disse...

...()""()
.("( 'o' )
,-)____)|'--.
"=(o)==(o)='Beijinhos

João Filipe Ferreira disse...

e continua a escrever lindo lindo como só tu fazes:)
e a ver pelo poema.vamos ter um 2007 fantástico!! escreves maravilhosamente BEMMMM:)
beijinho

ferrus disse...

fado é a sina triste
de ter lágrimas em riste
nas faces magoadas
das almas apagadas

é ter sofrer e dor
onde se perdeu o calor
dos sorrisos apagados.
assim se escrevem os fados!

Palavras doridas
almas feridas
amores perdidos
e outros sentidos...

..............................

poeta fadista?
Tu!

Gostei muito...
Beijos

o alquimista disse...

Passei para te deixar um carinho...

despertando disse...

Aqui fica um beijinho cheio de saudades. :)

Caracolinha disse...

Olá Miss Fotogenia ... :)

Eh pá tu não me digas que não recebeste a MMS que te enviei hoje por volta das 19.30 ??????

É que o meu telemóvel não confirmou a entrega ... :S

Eh pá tirei uma foto do meu prato de almondegas do IKEA para me meter contigo !!!!

Ahahahahahahahahahahahahahahah ...

Já sabes que cada vez que o pessoal lá vai tu és logo tema de conversa !!!!

Olha se não recebeste ficas a saber por aqui !!!! :)

Querida e como vão as coisas ????

Tudo a correr bem ??

Já há muito tempo que não falamos ... presumo que estejas com a carola enterrada nos livros né ????

Um dia destes ligo-te lindinha !!!!

Beijoquinha repinicada e abraço apertado.

E sorrisos. Aos molhos !!!! :)

Natalie Afonseca disse...

Beijinhos a todos/as e um abraço a para ti Caracolinha :))))))))))


Estudar...estudar...estudar...:|

Mocho Falante disse...

Andas muito caladinha....

beijocas doces

Natalie Afonseca disse...

MOchinho,
ando a estudar e a queimar os neurónios .... bjinhos :)))

ELVIS NORONHA disse...

Puro talento, só o que tenho a dizer. Parabéns, tu és inspiração.

Em Teu Colo

Em teu colo eu calo e conto
Tantos tolos tu amastes
Como quando os teus prantos
Em meu canto abrigastes
Tendo todo desencanto
De contrários e contrastes

Em teu colo eu calo e tento
Tocar fundo teus temores
Ateando pensamentos
Tateando dissabores
De tantos outros momentos
De tantas outras dores

Em teu colo eu calo e quero
Tê-la toda em meus braços
Tendo todos teus mistérios
Juntar todos teus pedaços
Ter teu colo por eterno
Ter eterno teu abraço

Elvis Noronha
http://www.elvisnoronha.blogspot.com/

Anónimo disse...

por onde andas fadista?*

Anónimo disse...

Olá Natalie

Tenho andado um pouco arredado do teu cantinho, Mea culpa.

Ora, ora, a menina tem aqui um lindo poema! Bem profundo e cheio de sentires.
Gostei.

Beijinhos