quarta-feira, setembro 20, 2006

Há momentos


Há momentos em que
A tempestade e a bonança
Se confundem.
Onde a nuvem e o sol
Não se deveriam confrontar.
Momentos esses em que
Apetece gritar,
Fugir para o longínquo,
Encontrar um escape,
Um sítio onde os sonhos
E a maresia trocam
Momentos de paz
E de sossego.
Há momentos em que
Não se sabe que fazer,
Ou até se sabe,
Mas o "como?" atrapalha.
Há momentos em que
O errado e o certo
Se aliam para
Nos confundir,
Onde nos abraçam
Ferozmente
Até não conseguirmos agir.
Há momentos em que
Sentimentos contraditórios
Se decidem atracar no coração,
Apetecendo explodir
No lugar mais alto
Do mundo.
Há momentos em que
As raízes do nosso corpo
Se prendem demasiado à terra,
Situação difícil de sair,
Do não querer esquecer,
Do não querer perder,
Do não querer tanto querer.
Há momentos em que
O bom e o mau
Se atrapalham,
Levando-nos à loucura,
Levando-nos ao desejo
De uma fuga espiritual.
Há momentos
Em que tudo bate errado
Quando tudo deveria
Bater certo.
Há momentos
Em que tudo bate certo
Quando deveria
Bater errado.
Há momentos…
*
**
poema e photo de natalie
*
continuações de boa semana
:)
*********

18 comentários:

Diário de um Anjo disse...

"Há momentos em que não se sabe o que fazer"...nós sabemos sempre..podemos é não ter coragem para fazer o que a intuição nos diz...isso é outra história.
Muito bonito o texto. Parabéns!

Alex Flôr Negra disse...

Há momentos que são para recordar...
E há momentos que são para esquecer...
Momentos que nos ajudam a viver!
Momentos que nem sempre nos deixam escolher...
Momentos...
*

IsaMar disse...

Acima de tudo Confia em ti propria...sê tu propria.
Há momentos bons e menos bons...mas é nestes ultimos que deves te agarrar.
fica bem

orochi disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
orochi disse...

Gostei muito deste teu texto.
Alias, adorei :).
E se eu gostei(esquesito como eu sou) é que está muito bom de certeza.LOL.
Falando a sério, penso que ja presenciei desses "momentos" que descreves. São eles que dão "sabor" á nossa vida e que conduzem o nosso espirito para uma renovação e evolução constante - falo por minha experiência, claro.
Um grande beijo deste teu amigo que de momento está no "contente" mas que nao tarda nada está de volta.
Beijão****

Nuvem disse...

Há momentos em ke tudo bate errado kuando devia bater certo... E há momentos ke pensamos o tempo ke o diga pk a força ke fazemos pra ke as coisas batam certo já não a temos...
Adorei o poema tens muito jeito... Tá profundo...
Muito a ver como me tenho sentido ultimamente...
Beijinho grande fica bem **** Boas aulas ;o)

Diário de um Anjo disse...

Oi, tenho um desafio para ti no meu blog. Vai lá cuscar. Jinhos

Nelita disse...

há momentos sim senhor...
e até há momentos k se prolongam no tempo...
há momentos k valha me deus...
enfim a vida e feita de momentos ...
neste momento deixo te uma bjita grande

Anónimo disse...

Pois é "Há momentos", momentos euforicos ou calmos, felizes ou vazios, momentos de certezas ou duvidas, mas... a vida é composta por momentos. Resta saber lidar com eles. ahh Excelente foto. Temos artista! ***

Anónimo disse...

Ahh já agora visita este blog de uma amiga, certamente irás gostar!

http://www.analisnin.blogspot.com/

Natalie Afonseca disse...

Olá!!
Já agora, quem és??????

Carmo Mendonça disse...

Encontrei esta teia através do blog poesia em pedaços, que é de uma amiga minha! passarei a assinar os comentários!

Natalie Afonseca disse...

Ok!!
Sê bem-vinda!! :)

Isa&Luis disse...

Lindo!

Quanto a Gente e Paisagens, não quererás um dia ver no local?

Beijo!
Luis

Anónimo disse...

A nosa Terra é a nossa "base", o ponto de partida, o fundamento (fundo com sentido)de tudo. Dela precisamos de para viver e para partir. Contaditório, mas real. Precisamos de uma base para dela fugirmos à procura do Mundo.

P. S. Gostei de conhecer o teu Blog. Prometo voltar!

http://dialogicopontocom.blogspot.com/

Nelsinho disse...

Chega o momento que, apesar de tudo, a gente volta...

E eu estou voltando, sorrindo, adorando, me emocionando...

Bjs

Nelsinho

Mocho Falante disse...

Há momentos em que apetece mesmo ler um poema destes

beijocas

Anónimo disse...

Gostei muito de seu poema Há Momentos, e gostria de utilizá-lo em uma postagem em meu blog, respeitando seus direitos autorais, lógicamente que citando teu nome e blogue. Gostaria de saber se posso fazê-lo.
Aguardo teu contato
Susely2008@hotmail.com
ou
fragmentosdocoracao.loveblog.com.br